Conceito

III FESTIVAL LEM GASTRONOMIA

O III Festival LEM Gastronomia, a ser realizado de 05 a 07 de agosto de 2016, em Luís Eduardo Magalhães, tem como fio condutor motivacional, proposto pela sua idealizadora a Chef Rosa Gonçalves, realizar o encontro de todos aqueles que gostam de preparar pratos e produzir alimentos, empreendedores da economia solidária, e uma extensa programação de visitas as feiras livres, sítios e pequenas fazendas de hortifrutigranjeiros e também as pequenas e microempresas produtoras de alimentos. Aos poucos, durante os meses que precedem os festivais a Chef Rosa Gonçalves e sua equipe constroem redes de relacionamentos que resultarão em um forte e ativo protagonismo da comunidade local no Festival. Isto aconteceu nos festivais ocorridos em 2014 e 2015.

Com o III Festival LEM Gastronomia, a Escola de Culinária e Buffet Rosa Gonçalves, pretende mostrar ao público aspectos importantes da cadeia produtiva dos alimentos em Luís Eduardo e região Oeste da Bahia: a existência de dezenas de micro e pequenas empresas que produzem carnes defumadas, salames e outros embutidos, beneficiamento de pescados, queijos, iogurtes, doces para sobremesas, bem como a diversidade da produção de alimentos limpos e saudáveis oriundos da agricultura familiar e da piscicultura, tudo isto temperado pela presença de chefes de cozinha de outros estados do Brasil e de dezenas de oficineiros locais, que durante os cinco dias do evento ministrarão aulas-shows, oficinas gastronômicas e momentos de intensa troca de conhecimento que enriquecerão ainda mais a cultura gastronômica da Bahia e do Brasil.  

Será um evento de celebrações da gastronomia, de boas rodas de conversa, música e arte. Aulas-Show com Chefes convidados, oficinas gastronômicas e rodas de conversas temáticas; feira-expositiva de produtos alimentícios e de equipamentos para bares, restaurantes e hotéis; feira de produtos da agricultura familiar e da rede de economia solidária; apresentações de grupos culturais nativistas gaúchos e nordestinos; área de lazer infantil e uma tenda de shows, irão compor o cenário deste evento que pretende mexer com os corações evocando a memória afetiva dos brasileiros do oeste da Bahia através da boa cozinha. 

Organizadores

A realização do Festival é organizada pela Escola de Culinária Chef Rosa Gonçalves desde 2014, contando com o apoio da Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães. A ideia principal da pesquisadora em gastronomia e Chef Rosa Gonçalves, é conseguir trazer, através de diversas parcerias, o que temos de melhor da gastronomia de nosso povo.

A Escola de Culinária Chef Rosa Gonçalves tem experiência comprovada na realização de eventos e capacitações, iniciada em 2007, com a realização da 1ª Feira da Agricultura, Indústria e Comércio de Conceição do Jacuípe. Durante sua trajetória já realizou capacitações de profissionais em dezenas de municípios do interior da Bahia, a exemplo de Bonito, Curaçá, Itaberaba, Santa Rita de Cássia, Presidente Tancredo Neves, Ituberá, Maraú e Valença, dentre outros. Experiência exitosa foi realizada no município de Araci com o projeto “Mãos Que Trabalham, Mãos Solidárias”, promovendo a capacitação de 144 jovens e adultos em confeitaria e em cozinha profissional para restaurantes e hotéis.

Sua diretora, a Chef Rosa Gonçalves, tem formação pelo Senac – Bahia, de chefe de cozinha, cozinha internacional e regional, tendo sido instrutora de gastronomia no Restaurante Escola do Senac-Pelourinho, em Salvador. Além de ter trabalhos publicados no livro “Cozinha Regional Brasileira”, da editora Abril Cultural, Rosa Gonçalves, já atuou como palestrante e chef convidada em vários eventos gastronômicos importantes, a exemplo do projeto “Qualitilápia”, da Bahia Pesca, realizado no município de Paulo Afonso e do Festival da Caprinovinocultura da Região de Juazeiro - Bahia. Nos dois últimos anos a Chef Rosa Gonçalves vem realizando o projeto “RAÍZES GASTRONOMICAS DA BAHIA”, que tem como objetivo a pesquisa, registro e divulgação da gastronomia dos Territórios de Identidade em que se subdivide o nosso Estado, tendo já realizado:

- Mais de 30 (trinta) capacitações em municípios de vários Territórios;
- I FESTIVAL GASTRONÔMICO DA COSTA DO DENDÊ, no município de Valença-Ba, em novembro de 2013. 
- XIII FESTIVAL DA TAINHA DE BARRA GRANDE, no município de Maraú, em maio de 2014.
- I FESTIVAL FEIRA DO VALE DO SÃO FRANCISCO, no município de Juazeiro, em junho de 2014.
- I FESTIVAL DA GASTRONOMIA E CULTURA DO OESTE DA BAHIA, no município de Luís Eduardo Magalhães, em outubro de 2014. 
- I FESTIVAL DE GASTRONOMIA DE SÃO FRANCISCO DO CONDE, em novembro de 2014. 
- I FESTIVAL SABORES DE ITACARÉ, em dezembro de 2014. 
- Parceria com o IDES – Instituto de Desenvolvimento Sustentável do Baixo Sul - para o desenvolvimento do projeto de “Pesquisa e Registro da Gastronomia das Comunidades
Quilombolas e Ribeirinhas da Costa do Dendê”, de janeiro a dezembro de 2014. 
- Curadoria gastronômica do Projeto “Mercado Iaô”, da Associação Fábrica Cultural, de empreendedorismo e economia solidária na Península de Itapagipe em Salvador, iniciado em dezembro de 2014.
- II FESTIVAL LEM GASTRONOMIA, no município de Luís Eduardo Magalhães, em outubro de 2015.

Estrutura

  • Cozinha do Interior:  Um espaço onde são preparadas por chefs e convidados as “tachadas”, o café no bule com biscoitos e acontece a recepção a quem chega ao Festival.
  • Armazém do Interior: Onde estarão expostas e serão vendidas uma grande variedade de castanhas, sementes, rapaduras e produtos da roça.
  • Acampamento Gaúcho: espaço utilizado pelo CTG Sinuelo dos Gerais para preparações das comidas típicas gaúchas.
  • Tenda do Carneiro no Buraco: Uma preparação gastronômica que começa a meia noite do sábado e conclui ao meio dia de domingo. Uma celebração da cozinha.
  • Auditório de aulas-show e rodas de conversa com capacidade para 120 pessoas, com tela de alta definição, sistema de refrigeração de ar, equipamento de som e filmagem.
  • Cozinhas de Oficinas Gastronômicas: Cozinhas com equipamentos de som e vídeo nas quais os chefs e oficineiros realizarão, simultaneamente, preparações para um público de até 50 pessoas. 
  • Açougue para Oficinas Técnicas: Com participação de 30 pessoas em cada evento.
  • Feira Expositiva de Produtos e Economia Solidária: Tendas de 3x3m e balcões 2x2m disponibilizados para exposição e venda com empresas produtoras de alimentos, equipamentos para cozinhas, bares e restaurantes e outros produtos e para empreendedores da Economia Solidária.
  • Praça de Alimentação: Estandes 4x4m para instalação de restaurantes.
  • Parque Infantil.

Chefs Convidados

Vindos de diversas regiões do país, nossos profissionais tem pela frente o objetivo de ensinar maravilhosas receitas utilizando no mínimo 80% de ingredientes que sejam produzidos localmente.

O motivo disso é muito simples: incentivar que a população use de recursos que estejam na sua vizinhança. Desde os legumes e hortaliças que sejam plantadas num sistema de agricultura familiar, até o peixe ou ave que estejam crescendo nas fazendas em torno da cidade.
 

 

'

 

Convidados